“O PAI DOS MONGES”

VIDA, FEITOS E A MEDALHA DE SÃO BENTO
11/07/2021 15:05




<p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">Um dos nomes mais importantes da Igreja Cat&oacute;lica, S&atilde;o Bento &eacute; celebrado no dia 11 de julho. Italiano e pertencente a uma nobre e bastante conhecida fam&iacute;lia romana, Bento cresceu ao lado de sua irm&atilde; g&ecirc;mea Escol&aacute;stica &ndash; Santa Escol&aacute;stica.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">Desde pequeno, S&atilde;o Bento j&aacute; demonstrava uma dedica&ccedil;&atilde;o especial pela ora&ccedil;&atilde;o. Iniciou seus estudos ainda em Nursia (cidade em que nasceu) e logo depois foi para Roma seguir com seus estudos, agora se aprofundando em ret&oacute;rica e filosofia. N&atilde;o muito satisfeito com os costumes morais e espirituais dos que viviam naquele per&iacute;odo, Bento foi para Enfide, lugar em que conheceu os preceitos da vida de um eremita e passou a viver como um, se dedicando &agrave; ora&ccedil;&atilde;o, medita&ccedil;&atilde;o e ao sacrif&iacute;cio.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">Ao fim de tr&ecirc;s anos, dedicando-se &agrave; vida de eremita afastado em uma gruta, Bento foi descoberto e passou a atrair a aten&ccedil;&atilde;o/curiosidade das pessoas que queriam pedir direcionamentos, conselhos e afins. A fama de que Bento conhecia bastante os conhecimentos de Cristo foi se espalhando, at&eacute; que ele foi convidado para ser abade de um mosteiro na cidade de Vicovaro. J&aacute; nesse mosteiro, por levar uma vida bem exigente, Bento ganhou a antipatia de alguns religiosos que chegaram ao ponto de tentar envenen&aacute;-lo com uma ta&ccedil;a de vinho. Por&eacute;m, como fazia com todos os alimentos antes de consumi-los, S&atilde;o Bento aben&ccedil;oou a ta&ccedil;a que se quebrou.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">Depois dessa situa&ccedil;&atilde;o, o Santo foi embora do mosteiro de Vicovaro e fundou, em 529, na cidade de Monte Cassino, um mosteiro &ndash; base da Ordem Beneditina. Pouco tempo depois, em 534, baseado nos ensinamentos de Jesus Cristo, Bento come&ccedil;ou a escrever a Regula Monasteriorum (Regra dos Mosteiros), mais conhecida como &ldquo;Regra de S&atilde;o Bento&rdquo;. A regra tinha como lema &ldquo;ora&ccedil;&atilde;o e trabalho&rdquo; e incentivava a pr&aacute;tica dos dez mandamentos, al&eacute;m de estabelecer normas para os monges. Com isso, destaca-se que foi Bento quem organizou os monges, criando a primeira ordem mon&aacute;stica que se conhece, a Ordem dos Beneditinos, que funciona at&eacute; hoje.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">Aos 67 anos, S&atilde;o Bento morreu e, segundo relatos e estudos cronol&oacute;gicos mais recentes, previu a pr&oacute;pria morte 6 dias antes, al&eacute;m disso, conta-se que o Santo quis morrer de p&eacute;, no orat&oacute;rio que ele edificou e consagrou a S&atilde;o Jo&atilde;o Batista. A partir de sua vida e de v&aacute;rios relatos de milagres, em 1220, foi canonizado pelo Papa Hon&oacute;rio III.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">A imagem de S&atilde;o Bento carrega v&aacute;rias simbologias. &Eacute; poss&iacute;vel observar o livro das regras, bem significativo em sua vida; um sino, em refer&ecirc;ncia a voz de Deus; um copo quebrado e a serpente que representam o veneno; um corvo com um peda&ccedil;o de p&atilde;o fazendo refer&ecirc;ncia ao tempo em que ele passou no deserto; e uma vara que representa a grande disciplina do Santo.<strong>&nbsp;</strong></span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><strong><span style="color: black;">A medalha de S&atilde;o Bento</span></strong></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">A origem da medalha de S&atilde;o Bento &eacute;, comumente, conhecida como incerta, embora, alguns relatem que ela foi, primeiramente, esculpida nas colunas do mosteiro de Monte Cassino. &Eacute; importante destacar o qu&atilde;o esse objeto sagrado significa pois consegue reunir a virtude triunfante da Santa Cruz &ndash; que simboliza a nossa salva&ccedil;&atilde;o &ndash; &agrave; recorda&ccedil;&atilde;o de S&atilde;o Bento: disciplinado servidor de Deus.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">A referida medalha que foi, em 1742, aprovada pelo papa Bento XIV em pequenos exorcismos, comporta a imagem da Cruz e a figura de S&atilde;o Bento, al&eacute;m de trazer, tamb&eacute;m, algumas letras &ndash; cada uma representa uma palavra em latim. As letras est&atilde;o dispostas na face em que est&aacute; a imagem da Cruz. Vamos, portanto, conhecer o significado delas.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">A come&ccedil;ar pelas quatro que est&atilde;o na haste da Cruz, &ldquo;C S P B&rdquo; que significam: <em>Crux Sancti Patris Benedicti</em>; e em portugu&ecirc;s: Cruz do Santo Padre Bento. Na linha vertical da cruz, encontramos &ldquo;C S S M L&rdquo; que significam: <em>Crux Sacra Sit Mihi Lux</em>; e em portugu&ecirc;s: A Cruz Sagrada seja a minha luz. Na linha horizontal da mesma Cruz est&atilde;o &ldquo;N D S M D&rdquo; que significa: <em>Non Draco Sit Mihi Dux</em>; e em portugu&ecirc;s: N&atilde;o seja o drag&atilde;o o meu guia.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">Ao redor da medalha existe uma inscri&ccedil;&atilde;o mais extensa que apresenta, em primeiro lugar, o sant&iacute;ssimo nome de Jesus, expresso pelo monograma &ldquo;IHS&rdquo; (<em>Iesus Hominum Soter</em>; Jesus Salvador dos Homens). Seguindo, em sentido hor&aacute;rio, podemos encontrar as letras &ldquo;V.R.S.N.S.M.V.S.M.Q.L.I.V.B.&rdquo; que significam: Vade retro Satana; nunquam suade mihi vana: / Sunt mala quae libas; ipse venena bibas; e em portugu&ecirc;s: Retira-te, Satan&aacute;s; nunca me aconselhes coisas v&atilde;s, &eacute; mau o que tu me ofereces: bebe tu mesmo teus venenos.</span></p> <p style="text-align: justify; margin: 12.0pt 0cm 12.0pt 0cm;"><span style="color: black;">O uso da medalha de S&atilde;o Bento, aprovado pelo Magist&eacute;rio da Igreja desde o s&eacute;culo XVIII, &eacute; um aux&iacute;lio poderoso para afastar os assaltos do inimigo, por&eacute;m n&atilde;o podemos deixar de lembrar de Deus e da necessidade de viver uma vida a partir de Seus ensinamentos. A medalha tamb&eacute;m faz com que estejamos sempre cientes da intercess&atilde;o cont&iacute;nua de S&atilde;o Bento por cada um de n&oacute;s.</span></p>

Equipe de Comunicação Segue-me Natal
São Bento

   

Comentários


Nenhum comentário...

Informar o Nome.
Informar o Email.
Informar o Comentário